Motor de Busca preferido dos portugueses

domingo, 13 de dezembro de 2009

Balanço

Estive ausente cerca de três semanas. A falta de tempo impediu-me de "teclar" e escrever sobre o nosso clube.

Durante esse período sabático, aconteceram coisas boas e más (leia-se, vitórias e derrotas). Resume-se então o que se passou:

- Perdemos com o Vitória de Guimarães para a Taça, na Luz, tendo por isso sido eliminados da competição.
- Empatámos em Alvalade. Em condições normais um excelente resultado. Este ano, sabe a pouco tendo em conta a diferença entre as duas equipas.
- Vencemos o Bate Borisov para a Liga Europa. Apurados para a próxima fase e em primeiro lugar no grupo.
- Vencemos a Académica por 4-0, em casa. Voltámos ás goleadas e ao bom caminho.
- Empatámos em Olhão. Um mal menor tendo em conta o péssimo jogo que fizemos.

Quanto a balanço, pode-se dizer que não é negativo, tendo em conta que passámos o teste sem derrotas para a Liga, nas jornadas antes do embate com os Corruptos do Norte. No entanto, ressalte-se que não vencemos fora desde a 7ª jornada. Ou seja, começa a ser complicado pensar em sermos campeões se começarmos a perder muitos pontos fora.

O Porto, ganhando hoje, como se espera, ficará a um ponto do Glorioso antes do embate da próxima jornada na Luz. Resta saber até que ponto é que as ausências confirmadas (Coentrão e Di Maria) e as dúvidas (Ramires, Aimar e Amorim) farão mossa na nossa estratégia contra os Andrades.

Estou, apesar de tudo, confiante que esta série de jogos fora, é uma mera fase passageira que, em breve terminará. Em casa temos tido excelente prestação e, retirando o jogo da Taça de Portugal frente ao Vitória, temos sido brindados com golos e excelente futebol.

Carrega Benfica!!!

Olhanense 2 - 2 Benfica

Falar sobre este jogo é coisa que não me apetece muito. O resultado é justo porque, embora o futebol praticado tenha sido de muito má qualidade, a nossa equipa tudo fez para não perder o jogo. O nosso capitão (insistem em falar mal dele e não entendo porquê) lá marcou nos descontos e empatou um jogo de dificuldade elevada.
Mas não era a nossa noite. Foram várias as incidências que provam este facto:
- Aimar, depois de sentir uma dor durante a amanhã, foi poupado por precaução.
- Ramires lesionou-se e, quase de certeza, não jogará com o FcPorto.
- Di Maria foi expulso e também falhará esse confronto
- Coentrão, ao ver o 5º amarelo, traçou o mesmo destino que Ramires e Di Maria
- Sofremos dois golos, ainda por cima de bola parada, muito semelhantes, mercê de duas (!!) distraccções da defesa;
Tudo isto somado, é muito "azar/ineficácia/desconcentração/desatenção/pressão" junta.
Como disse atrás, o jogo foi péssimo em qualidade. As duas equipas não deslumbraram, embora o Olhanense tenha feito o seu papel, tendo complicado a nossa vida ao máximo. É curioso que, todos os anos, existe uma equipa com 4-5 jogadores do FCPorco que faz um péssimo campeonato mas que frente ao Benfica dá tudo, excede-se e, curiosamente, nos rouba pontos. A culpa é só nossa que devíamos estar precavidos contra estas situações.
Mais, começa a ser irritante ver que os nossos jogadores continuam a responder às provocações baratas dos adversários. É sabido que estamos na véspera de um jogo importante (mas nunca decisivo) e, à semelhança do que já sucedera contra o Nacional e Braga, por exemplo, os nossos jogadores respondem a provocações. Mais uma vez foi o Di Maria. Desta vez foi expulso e, por isso, não vai poder dar o contributo á equipa. Terá aprendido desta vez?
Para terminar, friso o que foi dito pelo Saviola no final do mesmo. "Estamos bem" e "num bom momento", sublinhando, no entanto, que "não fizemos um bom jogo" e que há que corrigir os erros cometidos ontem à noite.
Ficha de jogo:
OLHANENSE: Ventura; Miguel Garcia, Sandro, Anselmo, Carlos Fernandes; Castro (Tengarrinha, 88), Rui Baião, Rui Duarte; Toy (Zequinha, 77), Djalmir e Ukra (Paulo Sérgio, 75)Suplentes: Ricardo Ferreira, Éder Baiano, Tengarrinha, Messi, Zequinha, Paulo Sérgio e Rabiola
BENFICA: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, César Peixoto (Weldon, 59); Javi García; Ramires (Felipe Menezes, intervalo) Fábio Coentrão (Nuno Gomes, 80), Di Maria; Saviola e Cardozo
Suplentes: Moreira, Carlos Martins, Weldon, Nuno Gomes, Felipe Menezes, Sidnei e Miguel Vítor
Disciplina: Cartão amarelo a Ukra (21), Castro (23), Carlos Fernandes (52), Rui Duarte(57), Toy (68) ; Cardozo (25), Maxi Pereira (38) César Peixoto (52), Fábio Coentrão (61); Javi Garcia (87).
Cartão vermelho a Djalmir (25), Miguel Garcia (88); Di Maria (41)
Marcador: 1-0 por Carlos Fernandes (8); 1-1 por Saviola (28); 2-1 por Toy (32); 2-2 por Nuno Gomes (90+1)

domingo, 22 de novembro de 2009

O que o Paulo Bento disse...

Paulo Bento (PB) deu uma grande entrevista (demasiado grande para a sua importância) ao jornal Record onde se destacam duas frases esclarecedoras sobre a sua longevidade à frente do clube verde e, ao mesmo tempo, elucidativas da pouca ambição existente nesse mesmo clube: ..."à luta desigual juntou-se uma depressão enorme nos sportinguistas pela pré-temporada do Benfica, agregada à nossa» e «Mas tenho a clara noção de uma coisa: se o campeão tivesse sido o Benfica e não o FC Porto, se calhar eu não tinha estado 4 anos e 4 meses em Alvalade».

Paulo Bento diz também que "O Benfica, nos últimos dez anos, não ganhou mais do que o Sporting mas seguiu o seu caminho. O Sporting, mesmo a ganhar, tem dificuldades em seguir o seu caminho. E isso só se faz sem medo... "

Estas afirmações são elucidativas da estranha mentalidade que um denominado grande deve ter.
No entanto, como benfiquista de coração, o mal dos outros pouco me serve. Apenas me importa ganhar, ver o Benfica ganhar e ser cada vez melhor.

Posto isto, resta-me desejar que a agonia lagarta continue, não só este ano, mas em anos futuros. É sinal de que nós andamos lá por cima, sempre a ganhar, ganhar e ganhar...

sábado, 21 de novembro de 2009

A vez da Taça...

E chega a altura de entrar em cena na Taça de Portugal, uma competição em que, obviamente, dispomos de uma hegemonia destacada.

A partida com o Vitória de Guimarães na Luz é extremamente importante porque marca o início de um período de algumas decisões. Ou seja, jogos da Liga Europa que irão confirmar (como esperamos) o nosso favoritismo e a passagem aos 16/avos de final da competição; e jogos da Liga Sagres em que iremos a Alvalade e receberemos o FCPorto. Pelo meio, dois jogos com Olhanenese e Academica.

É, também importante pelo facto de ser imperioso vencer se queremos seguir em frente.

A lista de convocados por Jorge Jesus é a seguinte:

Guarda-redes: Moreira e Júlio César

Defesas: Maxi Pereira, Miguel Vítor, Sidnei, David Luiz, Shaffer e César Peixoto

Médios: Javi Garcia, Ruben Amorim, Ramires, Aimar, Felipe Menezes, Di María e Fábio Coentrão

Avançados: Nuno Gomes, Saviola, Keirrison e Weldon

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Morreu Robert Enke

Faleceu ontem, colhido por um comboio, o antigo guarda-redes do glorioso, Robert Enke.

Aparentemente, tratou-se de suicídio.

As razões que o levaram a tal atitude são dele e não me cabe a mim julgar.

Resta-me apenas desejar que, para onde quer que vá, esteja em paz e encontre aquilo que não encontrou me vida!

Não esqueço o facto de ter assumido o erro em ter abandonado o nosso clube e, ao mesmo tempo, ter indicado que gostaria de terminar a carreira na Luz.

Aqueles que nos querem bem, merecem todo o nosso carinho.

Descansa em paz Robert Enke!!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Benfica 1 - 0 Naval (O golo)

Estas imagens são provenientes de uma emissão em italiano, com comentários nessa lingua. Certo é que o comentador de serviço mostra mais entusiasmo que os gajos da sportv que, quando o benfica marca ficam com vontade de chorar...

Carrega Benfica!!!!

10ª Jornada Benfica 1 - 0 Naval

Fonte: Jornal A Bola

Meus amigos,


Custou mas foi!!!
Ao minuto 89, Javi Garia fez aquilo que os postes e o guarda - redes da Naval, Peiser, durante os 88 minutos anteriores tinham impedido: cabeçada poderosa e Gooolo!

Há muito tempo que não sentia este nervoso a ver um jogo do glorioso. As bolas não entravam, os minutos passavam e eu já pensava que não era desta que iríamos aproveitar os deslizes dos adversários e aumentar a vantagem para Porto e Sporting e, novamente, alcançar o Braga no topo da classificação.

Mas lá foi possível vencer nesse minuto 89.

Quanto ao jogo, não há muito a dizer. Não fomos tão pressionantes como costumamos ser (Amorim não é Ramires, é mais posicional) e, ao mesmo tempo, Aimar, Di Maria e até Saviola (a falta de Cardozo ao seu lado) estiveram uns furos abaixo do ponto de vista físico.

No entanto, aquilo que construimos merecia um melhor resultado. A Naval trouxe um autocarro/comboio/tanque até à Luz, o que nos dificultou a tarefa. De qualquer forma, contei 9 (!!) defesas de Peiser, 1 remate ao poste e 1 na barra (era um golaço do Di Maria...).

Chegava e sobrava...

Posto isto, estamos de novo no topo, ladeados do Sp. Braga, com o Porto a 5 e o Sporting a 11 pontos respectivamente...

Agora é tempo de pensar na vitória frente ao Guimarães para a Taça. Só depois desse objectivo cumprido se deve pensar no derby com os lagartos...

Ficha de Jogo:
Estádio da Luz
Árbitro: Lucilio Baptista

BENFICA - Quim; Maxi Pereira (Keirrison, 77), Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Ruben Amorim, Javi Garcia, Aimar e Dí Maria; Nuno Gomes (Weldon, 58) e Saviola
Suplentes: Júlio César, Shaffer, Keirrison, Weldon, Luís Filipe, Filipe Menezes, Sidnei
Treinador: Jorge Jesus

NAVAL - Peiser; Gomis, Diego Ângelo e Daniel Cruz; Baradji, Carlitos, Alex Hauw, Godemeche e Camora; Marinho e Kerrouche (Michel Simplício, 67)
Suplentes: Jorge Baptista, Nkake, Michel, Davide, Bolívia, João Real, Zé Mário
Treinador: Augusto Inácio

Cartão amarelo a Maxi Pereira (37); a Gómis (10), Godemeche (28), Baradji (55)
Golo: Javi García (89)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Everton 0 - 2 Benfica

Excelente resposta à derrota (injusta) em Braga!!!

Uma primeira parte jogada com muita concentração e rigor defensivo sem, no entanto, esquecer de visar com perigo a baliza adversária. Foram do Benfica as melhores oportunidades de golo durante os 45 minutos da etapa inicial do jogo. Cardozo (?) atirou ao poste naquela que foi a oportunidade mais flagrante de golo e, na recarga, Saviola permitiu a defesa de Howard.

Na segunda parte, de uma forma crescente, entrámos bem e melhor que os ingleses. Gradualmente, tomámos as rédeas do jogo e, sem surpresa chegámos ao golo. Coincidência, ou não, foi o facto de Aimar ter entrado para o lugar de Coentrão dois minutos antes.

E quando este senhor joga, meus amigos, é uma delícia...A bola cola-se aos pés e de lá só sai à paulada!!!

Gostei muito da exibição da equipa mas, individualmente, Saviola foi, indiscutivelmente, o melhor do jogo. Gostei também da exibição de Ruben Amorim que, penso, jogou em três posições distintas ao longo do jogo e, em todas elas, safou-se bem, tendo, inclusive, aparecido bem na zona de remate várias vezes (segundo golo é insistência de Cardozo a remate seu).

Posto isto, resta acrescentar que, segunda - feira, frente à Naval é imperioso continuar na senda das vitórias para, na jornada seguinte, visitarmos Alvalade bem moralizados...

Ficha de Jogo
Estádio Goodison Park, em Liverpool
Árbitro Said Ennjimi (França)

EVERTON: Howard; Hibbert, Distin, Yobo e Baines; Rodwell, Goslin (Jô, 68m), Bilyaletdinov e Fellaini; Cahill e Yakubu (Agard, 80m) .
Suplentes: Nash, Coleman, Baxter, Wallace e Duffy.
Treinador: David Moyes.

BENFICA: Júlio César; Rúben Amorim, Luisão, Sidnei e David Luiz; Javi Garcia, Di María, Fábio Coentrão (Aimar, 60m) e Ramires (Maxi Pereira, 45m); Saviola (Felipe Menezes, 86m) e Cardozo.
Suplentes: Quim, Shaffer, Nuno Gomes e Weldon.
Treinador: Jorge Jesus.

Disciplina: Cartão amarelo para Yakubu (19m), Rodwell (50m), Hibbert (78m), Júlio César (87m).
Golos: 0-1, Saviola (63m); 0-2, Cardozo (76m).

Ao intervalo: 0-0.
Resultado final: 0-2.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Afinal ainda existe jornalismo em Portugal

A SIC mostrou toda a verdade aos portugueses sobre os tão "chocantes" momentos após o apito da besta do Jorge Sousa para o intervalo. Vê-se, perfeitamente, que tudo foi orquestrado, tal como o fora diante do Nacional. Existe muita vontade deprovocar os nossos jogadores.

Mais uma vez refiro. Os nossos jogadores têm que perceber que isto irá acotecer constantemente. Têm que ser mentalmente fortes e perceber que os únicos prejudicados serão eles A escumalha anda por aí, há que ter cuidado.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Ainda a roubalheira em Braga



Certo é que isto ainda agora começou!!!

E os vendidos aos tripeiros que não cantem vitória porque quando vierem cá nós não os vamos agredir fisicamente. Mas aguardo com ansiedade a agressão desportiva que irão levar no Inferno da Luz....

PS - O Jorge de Sousa, esse sujo, espero que fique em casa durante seis semanas com uma diarreia descomunal...

Campeões de Juniores somos nós!!!

Três breves palavras sobre a decisão da FPF: Encham-se de merda!!!!

Este futebol está podre. E os arautos da verdade são os verdinhos que, como caezinhos sempre prontos a dar o rabinho ao dono Pinto da Costa, aproveitaram uma situação triste e lamentável (ambas as claques atenção!!!) para ganhar um campeonato que, sem vitória naquele jogo, seria nosso por direito.

Seria, e é!!E vai ser. Porque isto não pode ficar por aqui. O s nossos dirigentes e advogados não vão poder deixar isto em águas de bacalhau. Nem pensar. Ai deles. Isto é grave.

Eu cá espero por novidades. Nunca esquecer é que o Benfica foi penalizado porque os seus adeptos foram considerados os provocadores do desacato. E o campo cheio de pedras lá dentro era nosso?!?A falta de condições de segurança era nossa? A falta de meios policiais foi culpa nossa?Pois. E o Benfica clube, os jovens jogadores e treinadores da equipa do Benfica terão que ser culpados porque 20-30 gajos só porque têm cachecóis e bandeiras do Benfica são indíos e entram em desacatos?!?

Palhaçada...

PS - Um forte abraço ao João Alves e sua equipa técnica, bem como aos nossos meninos que são os justos campeões. E para nós sempre o serão!!!

Braga 2 -0 Benfica

Pois é! Estou de volta depois de uma longa ausência por motivos pessoais.

Infelizmente não escrevo pelas melhores razões. Fomos derrotados em Braga, o que nos retirou a invencibilidade no campeonato nacional.

Não fomos a equipa consistente, dinâmica e poderosa que temos sido ultimamente. Faltou-nos discernimento e convicção em alguns momentos e sectores do campo que nos teriam permitido outro resultado e exibição.

De qualquer forma não jogámos mal. Houve lacunas que, felizmente, não têm sido habituais que. ao surgir, provocaram ou tornaram mais fácil esta derrota.

Sim, porque do outro lado está uma excelente equipa, diga-se! Domingos Paciência tem a sorte de ter uma excelente equipa (metade dela feita por Jesus, diga-se) que, julgo, ainda terá uma palavra a dizer as contas do campeonato (já tem vindo a ter).

Foi, aliás, a capacidade de pressão e de esconder a bola nos primeiros minutos, aliados à sorte (e qualidade) de conseguir golo nos primeiros minutos que permitiu a um Braga personalizado evitar ser derrotado pelo nosso Glorioso.

Mas, mesmo que o Braga tenha sido uma excelente equipa, isso, sem arrogância nenhuma, não bastaria para derrotar o Benfica. Fomos dominadores e tivemos as melhores oportunidades, mesmo não tendo efectuado um bom jogo.

O que houve então de extraordinário? Uma equipa que, sinceramente, nos últimos tempos não tem conseguido dar conta do nosso Benfica mas que neste jogo conseguiu: equipa de arbitragem, neste caso liderada pelo urso do Jorge Sousa.

O golo anulado e o penalty em que o jogador do Braga toca bola com braço são os erros mais graves, mas não os únicos. João Pereira merecia 2º cartão logo no início da segunda prte. Mas não o viu.

Foi este senhor o melhor árbitro da época passada?!?Aquele que nos prejudicou já vezes sem conta?!?Uma palhaçada este campeonato. Após o empate dos Andrades, logicamente que nunca poderíamos ganhar o jogo. Os lacaios do FCorruptos Porto que o vençam que, ais tarde, o acordo entra em acção.

Assim vai o nosso campeonato. Isto só prova que, em 30 jogos, temos que jogar sempre nos limites, sob pena de acontecerem estas situações. É que em anos anteriores, isto acontecia muito mas, uma vez que não jogávamos tão bem, estávamos arrumados mais cedo. Há então que que continuar com esta atitude vencedora que, dessa forma, poucos serão os jogos em que os bois pretos nos conseguiram travar.

PS - Os acontecimentos no túnel fazem passar a imagem (com sucesso) de que o nosso clube é arruaceiro. Existe, na minha opinião, uma necessidade de tentarmos ser mais fortes que os nossos inimigos. Sabendo que estas provocações vão continuar, há que ser mais fortes. É que as bestas de negro não perdoam...como se viu aliás!!!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Paços de Ferreira 1 - 3 Benfica

Mais um grande jogo e uma excelente exibição da nossa equipa, principalmente na primeira parte. A segunda parte foi, essencialmente, uma gestão do esforço e uma tentativa de segurar a ofensiva do Paços de Ferreira que, da primeira ara a segunda parte, entrou bem mais decdido a criar perigo na nossa baliza.



segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Quem quer ser Idiota?!?

Enfim!O cabeça de cotonete que preside os "quequinhos do Lumiar" atirou mais uma das suas bolas à barra (mas da própria baliza).
Como é que é possível que alguém consiga escamotear o péssimo arranque de campeonato, onde toda gente vê que não há fio de jogo, boas exibições??!Ainda por cima nem dá para fazer grandes queixas de arbitragem porque, efectivamente, o Sporting não tem sido muito prejudicado (um pouco no Dragão, claro!!).
De quem é a culpa afinal?!?É do Benfica!!!!Não é que ele diz que o principal problema não passa "nem pelo treinador nem pela atitude" da equipa (do Sporting,leia-se)?!?Ridiculo, em todos os aspectos.
A culpa é do fundo de investimento do Benfica que, no entender do presidente lagarto, "é uma vergonha"!!!
Realmente este senhor é triste! Jogam mal e têm perdido pontos de uma forma absolutamente preocupante (para quem é lagarto) mas o vergonhoso é um fundo de jogadores do Benfica que, lembre-se, já foi opção para o Sporting mas, espante-se, não teve viabilidade, devido à incapacidade de crédito junto da banca.
É um clube que sendo da "realeza", mais parece típico de povo. Mesmo "portuga". Sempre a desdenhar no que o outro tem de melhor e a culpar os outros por terem melhor...
PS- Quanto ao jogo de hoje, vamos tentar manter no campeonato o rumo e dinâmica de vitória conseguido até aqui...

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Sócio 200 000

Enfim!Mais palavras para quê?!?

Qual o valor deste número?!?Vale pela dinâmica de crescimento do número de associados do nosso clube, de forma esclarecedora, mesmo após atingir o recorde de clube com mais sócios.

E, tendo em conta as exibições actuais, bem como a crescente e consolidada dinâmica de vitória nos diversos escalões de futebol e modalidades do clube, este número irá, com certeza, ser ainda maior.

Assim o esperamos e assim o será!!!!

CARREGA BENFICA...

domingo, 27 de setembro de 2009

Benfica 5 - 0 Leixões

BENFICA - LEIXÕES
Estádio da Luz, Lisboa
26 de Setembro de 2009; 21:15
Árbitro: João Capela ( Lisboa )

BENFICA – Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e César Peixoto; Ramires, Javi García (Fábio Coentrão, 62m) e Di María; Aimar (Rúben Amorim 73m); Cardozo e Saviola (Nuno Gomes, 71m).

LEIXÕES – Diego; Laranjeiro, Tucker, Nuno Silva e Benitez; Cauê (Trombetta, 79m), Wénio e Hugo Morais; Léo (Joel, 56m), Pouga e Tiago Cintra (José Manuel, 61m).

Ao intervalo: 1-0

Acção disciplinar: Cartão amarelo a Di María, Luisão e Pouga (segundo amarelo e expulsão), Tucker, Wénio, Aimar, Hugo Morais. Cartão vermelho a Nuno Silva,

Marcadores: 1-0, David Luiz (45m); 2-0 Cardozo (56m g.p.); 3-0, Ramires (75m); 4-0, Maxi (81m); 5-0, Cardozo (88m)


O meu blog está de volta!!!

Olá de novo!!!

Ao fim de alguns meses estou de volta ao meu espaço. Confesso que estava com saudades de escrever neste espaço mas, por razões de ordem pessoal e profissional não tinha a disponibilidade para o efeito.

De qualquer forma, julgo que em boa altura o faço. Estamos numa boa onda, repleta de vitórias e barrigada de golos que, confesso, me deixam de água na boca para o futuro.

De qualquer forma, acho também que não devemos entrar já em euforias desmedidas, tanto mais que quinta-feira é, para mim, o teste de fogo a este Benfica 2009/2010.

O jogo em Atenas vai, na minha opinião, mostrar o nosso estofo definitivamente. Se vencermos ou, na pior das hipóteses, empatarmos na Grécia(sempre difícil, em qualquer estádio), é um bom resultado e permite manter esta dinâmica que, sinceramente, está muito difícil de combater.

Caso soframos uma derrota, não sendo mal definitivo, pode criar no seio do grupo desilusão e, com a visita a Paços de Ferreira, outro resultado menos conseguido pode provocar aquilo que todos os anti (Com. Social, árbitros, tripeiros e lagartos ) tanto anseiam: Instabilidade.

De qualquer forma, não vamos pensar nisso. O Benfica está bem e recomenda-se!!! Joga bom futebol e, sem dúvida, é uma equipa que, a quem gosta de ver futebol, dá prazer ver jogar.

Por fim, uma última palavra a Pablo Aimar e o seu regresso à selecção da Argentina. Ele merece por tudo aquilo que ouviu durante a época passada. Vindo de "paineleiros" e anti- benfiquistas nem me choca. Mas benfiquistas terem dito que ele estava acabado e que vinha lesionado para passar férias e ganhar milhões, além de ser inadmissível, mostra que são pouco conhecedores de futebol. Força Pablito!!!

Viva o Benfica

sábado, 11 de abril de 2009

Benfica 0 - 1 Académica

Não voltei a escrever neste blogue desde que vencemos a Taça da Liga frente ao Sporting.

Entretanto houve selecção e o "fantástico" jogo na Reboleira que, não sendo uma derrota, quase que assim pareceu, tendo em conta o que foi por aí dito sobre o mesmo.

Hoje, infelizmente, até nem jogámos mal mas perdemos. E a sensação é péssima (e para quem, como eu, foi ao estádio ainda foi pior). Foi, para mim, um dos melhores jogos da época! Mas perdemos. Muitas vezes não jogámos nada mas ganhámos. E havia críticas por isso. Hoje há críticas por tudo e mais alguma coisa.

Dissemos, definitivamente, adeus ao título e, com a vitória lagarta frente à Naval, colocamo-nos jeito de lutar com Braga, Nacional e Leixões pelo 3º lugar (ao que nós chegámos).

A culpa é do treinador?Ele terá a sua quota parte.

É dos jogadores? Também. Jogar apenas quando se está a perder não chega, é de mentalidade pouco ambiciosa. E falhar passes a 10 metros do companheiro de equipa....Não há mister que aguente!

De Rui Costa? Claro que sim. Ele é o elo mais forte do departamento de futebol, é o decisor maior de tudo aquilo que foram as escolhas para esta época. Mas isto não quer dizer que, para mim, deva e mereça ter a cabeça a prémio. Começou agora e irá crescer muito...

Da direcção? Obviamente que sim. Porque estou farto de ouvir falar em Apitos e merdas assim. Muito falatório e nada de títulos. Sempre o mesmo discurso pá...e depois o que da?fica tudo na mesma, o Benfica não joga nada e, pior que isso, é sempre roubado na Luz.

Da Arbitragem?Pois, este é do mais difícil de falar. Uma frase de um épico dos Judas Priest é elucidativa para aquilo que sinto: "Beware de beast in black, nightcrawler...You Know he´s coming back"...

É sempre a mesma coisa. Tal como escrevi anteriormente, a final da Taça ainda iria dar que falar e nos queimar também! Hoje viu-se....Mais uma vez espoliados!

Este post já vai longo. Nem estou com muita vontade de escrever. Estou totalmente desolado e sem conseguir pensar



PS - Apesar de tudo...VIVA O NOSSO BENFICA!!!!

segunda-feira, 23 de março de 2009

Ele está de volta!!!


Esta vitória digo-vos valeu, acima de tudo, para ver que Quim está aí e de volta!

Com todo o respeito que o Moreira merece, Quim é o nosso melhor guarda -redes, alguém que ao longo da sua carreira, sofreu diversos contratempos que nunca o levaram à desistência, nem tão pouco à vitimização da sua pessoa.

Calado, trabalhador e honesto, fi sempre lutado contra tudo e contra todos. A suspensão antes do Mundial, o caso com Koeman, a lesão antes da estreia no Europeu onde poderia ser titular(acho mesmo que iria ser) e, já este ano, a má forma que o levou ao banco. Tudo momentos que nunca o learam a desistir.

É a sua maneira de ser e estar no futebol e no clube que me faz ser um grande admirador das suas qualidades...

PS - Atenção. este post não pretende ser uma ode à titularidade do Quim. Moreira tem estado bem e agarrou o lugar. Mas Quim está aí e quem ganha é o Benfica!!!!

Depois do triunfo...

Vencer o Sporting é sempre bom!

Mas vencer assim não é nada bonito...

É pois um misto de estranhas sensações que tenho dentro de mim ainda que já tenham passado dois dias da final da Taça da Liga.

Mas atenção! Com isto não estou a dizer que eles são coitadinhos e têm razão para estar indignados, blá, blá, blá...

Apenas considero que custa perder assim e que, na altura, certas declarações se compreendiam.

Mas alto aí e para o baile, quando toca à nojeira do costume...

"Fomos roubados", "É sempre a mesma vergonha", e a melhor de todas: "Não falarei mais com Lucílio Baptista"...Ridículo este desabafo não?!?Digno de um menino da 3ª classe quando o outro lhe rouba um chupa-chupa...

Sejamos sérios!Este árbitro é mau há muitos anos. Desde que me lembro, ele tem feito péssimas arbitragens e, diga-se, muitas vezes, com claro prejuízo para o Benfica! Mas, agora que eles provaram o veneno, ele já é mau, já é um traste, um ladrão, etc., etc.

Não vale a pena estar a dar muito mais tempo de antena a isto. Não é merecido e é, aliás, cansativo. O objectivo de tanto carpir sabemos nós qual é! Paulo Bento foi elucidativo :"Deixem-me ao menos lutar pelo 2º lugar".

Primeiro, é um discurso derrotista que agrada aos seus consórcios...Segundo, é de alguém que sabe e que está habituado a tamanha carpideira quando se sente prejudicado.

E isso que, efectivamente me preocupa. Depois de Sábado, está garantido que o Sportém ganhou o 2º lugar no Campeonato....

Senão vejamos. Quando estamos em disputa, pelo menos, do segundo lugar, vamos ser ainda mais espoliados (sim, fartos de ser gamados estamos nós e não o clube da Tranquilidade, passe a publicidade)...

E aí, como até agora, atiram-nos à cara um jogo que passou, em que, sim senhora, fomos beneficiados, mas que, no fim de contas, pouco vale em comparação com a conquista do título ou dos milhões a champions...

Enfim... a tripeirada continuará a viver de rendimentos alheios, passando incólume perante uma comunicação social vendida (e um zebórdeim também) que, quando foi o caso Yebda no Dragão, ao fim de dois ao três dias, se esqueceu de tal roubo de igreja...E depois de Sábado fará o mesmo?!?Obviamente que não...Estamos a ver que, dois dias depois, a tourada continua...

Sendo assim, estou contente pela vitória mas ciente que nos esperam 8 jornadas de absoluta roubalheira...

PS - O facto de ter sido o Lucílio o escolhido para tal desígnio é elucidativo do que escrevo...O homem que nos roubou no Dragão, no Bessa, em Alvalade, Guimarães, Braga, etc etc (sim, este sacana pilhou-nos um pouco por todo o país) beneficiou-nos uma vez, e descaradamente...Até nisso, fomos queimados! O labrego acabou de lavar as suas mãos e, em fim de carreira, passarão impunes todas as vigarices que cometeu perante o eternamente maior clube do mundo....

domingo, 15 de março de 2009

Um texto para ler com atenção

Este texto é da autoria de Rui Cartaxana. Foi escrito dia 5 de Março de 2009 no jornal Record e nele se faz alusão à fantástica e grandiosa actividade circense (ou não!) que se passou à porta do tribunal de Gaia, onde PC e Augusto Duarte estão a ser julgados no âmbito do processo "Apito Dourado".
Reza o texto:

As últimas cenas passadas dentro e fora do Tribunal de Gaia, onde estão a ser julgados por corrupção os srs. Pinto da Costa, presidente do FC Porto, Augusto Duarte, árbitro de futebol, e António Araújo, empresário de jogadores e "homem de mão" do presidente têm qualquer coisa de "dejá vu".
Algures noutras paragens, mais mediterrânicas e mais violentas, com base em dinheiro vivo, que passa de mão para mão com fins misteriosos em misteriosos envelopes, acontecem, de facto, cenas assim. O silêncio é a grande lei da família e testemunha que se atreva depor contra alguém do grupo (contra o chefe então, é impensável) é hostilizada e agredida, se não lhe acontecer pior, porque por ali só o silêncio é soberano e contra ele ninguém pode, nem os senhores da capital.
Todos nós já vimos coisas assim em cinema, só que agora temos ali a coisa ao vivo dada em directo e, mesmo se o guião não é tão radical, não faltam por cá os personagens estranhos e as situações. A testemunha maldita, Carolina, apesar de protegida (?) pela Polícia, acaba insultada e agredida por "populares", o agente da autoridade (árbitro) alegadamente corrompido não comparece, invocando misteriosa doença. O pior é que a sua versão não joga com a do alegado corruptor e figura central do drama (segundo ele, árbitro, foi apenas "tomar um cafézinho e ter uma conversinha" com presidente, precisamente na véspera de ir arbitrar um jogo com o FC Porto. O qual, presidente, "explica" tudo com um encontro de aconselhamento, a pedido do árbitro, "coisas familiares". Não falta, sequer, a figura do intermediário, engajador e "homem de mão", o fiel Araújo, presente em tudo e para tudo, ou a irmão-gémea, que trai a outra gémea, Carolina, a troco de benesses do "homem", vai depor contra o "próprio sangue" e corre com os jornalistas fazendo-lhes um gesto obsceno com o dedo da mão espetado. Tudo gente fina. Como se vê.
Pairando sobre as cabeças destes personagens de ópera bufa andam 2 500 € em cinco notas de 500, que a então doce Carolina diz que meteu num envelope a pedido do então marido e presidente para ofertar, com o "cafezinho", ao pobre Augusto Duarte, que eles precisava, vá-se lá saber para quê em conjuntura de tantas e tão grandíssimas dificuldades como as que vivemos.Alguém percebeu aquela do presidente dizer agora em tribunal que sabia muito bem que tinha o telefone sob escuta? Estaria assim tão certo de que as escutas eram "ilegais"?

Este jornalista é dos poucos que vão lutando e tentando mostrar o caminho da verdade desportiva. É, no entanto, pouco. Tendo em conta que existe uma numerosa classe jornalística, custa que apenas um ou outro jornalista se apresente como sério e honesto, ao ponto de esquecer o politicamente correcto, para descrever e opinar seriamente.

O título fica cada vez mais longe...

É sempre bom se existir alguém que acredita que ainda poderemos chegar ao título. Eu, pessoalmente, e infelizmente, não acredito!

O FCorruptos do Porto venceu hoje e, por isso, cinco pontos de distância, em 24 possíveis, tendo em conta os nossos indices exibicionais e calendário, é praticamente impossível. Digo isto porque fomos, inclusive, ultrapassados pelo Recreativo de Albergaria dos Doze...
De qualquer forma, não vou pelo mesmo diapasão de muitos comentários e opiniões que se têm ouvido após a derrota. Foi uma derrota dura, um sinal de desrespeito pelos benfiquistas, principalmente pelos 47 mil presentes na Luz, mas daí a começar a desancar a torto e a direito e querer a cabeça deste ou aquele, não vou por aí…
O mal do Glorioso não está em ter Quique como treinador, nem Rui Costa como Director, nem porque joga o Cardozo e não o Suazo (ou vice-versa), nem porque joga A e não B...
É um problema estrutural e de mentalidade, de dinâmica de vitória que tem faltado e muito, para os nossos lados...
Há que ter coragem de assumir o que está menos bem e lutar para que essas coisas melhores...
Não considero Quique um mau treinador nem culpado de tudo! Aliás,o Benfica não ganha há muitos anos e Quique nunca cá tinha estado antes. Não esqueçam que ao mandá-lo embora, apenas estamos a contribuir para começar tudo de novo no próximo ano..
Terá que vir novo treinador, nova filosofia e modelo de jogo (sim,não parece, não gostamos muito, mas já existe um modelo de jogo), novo camião de jogadores, etc. etc. Tudo factores que apenas e só, nos levarão a que, certamente, e mais uma vez, comecemos nova época cheio de esperanças, que rapidamente se diluirão em novas desilusões...

Não estou com isto a defender que ele é intocável ou não tem culpa nenhuma. Longe disso. Ele ontem errou, ele já errou várias vezes…Só que a estabilidade não tem existido o nosso clube...
Por último, e voltando à "vaca fria", não fossem certos erros de arbitragem, estaríamos ainda bem na luta pela vitória final...se não mesmo à frente.
Não temos é a sorte de ter "boa imprensa" como certas cavalgaduras vestidas de verde que escamoteiam tudo o que é apitado em nosso prejuízo...fosse o Sporting o prejudicado e outro galo cantaria...aparecia logo um chorrilho de comentários intra e extra direcção a culpabilizar o sistema que tanto os tem prejudicado, mesmo que esse sistema seja liderado por aqueles com quem fazem negócios ou aqueles com quem se sentam em tribunas VIP em amena cavaqueira, ou até por aqueles que os enganam, fazendo acordos de antecipação de jogos devido a jogos que já não vão ser realizados…
Quanto aos ladrões e corruptos de azul nem se fala! Esses abusa da imprensa portuguesa, principalmente a que está sediada no Norte, toda ela submissa, quer seja, quer não seja da sua cor clubística (BC a presidente assusta!!!!).
Não quero com isso escamotear uma derrota e uma mais que provável desilusão no fim da época. Mas, quando nada jogamos e perdemos (como acontece com todos os clubes da Europa, Mundo e arredores), ao lembrarmo-nos daquilo que nos tiraram e que era nosso por mérito, não custa pensar que apesar desta derrota podíamos estar melhores?!?
A mim custa, e por isso é que não consigo fazer uma análise tão quente e explosiva contra quem lidera o meu clube. É que os pontos tirados ao Benfica não lhe iriam fazer falta só nesses momentos. Nestas alturas em que perdemos, em que vemos o líder destacar-se, e em que se começam a fazer os balanços de época também se pode ver a falta que esses pontos que nos foram tirados poderiam fazer…
De qualquer forma, a vida faz-se caminhando em frente. Sábado haverá Taça da Liga contra o Sporting. Espero que vençamos o jogo e apaguemos a má imagem deixada este fim – de – semana…

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Hoje é dia de festa!!!

O nosso clube comemora hoje 105 anos de existência!

No dia 28 de Fevereiro de 1904, um grupo de jovens casapianos, com o gosto comum pelo futebol, decide criar um clube a que deram o nome de Sport Lisboa, não ostentando ainda a denominação que o haveria de imortalizar.

As cores do uniforme: vermelho e branco, por comunicarem alegria, colorido e simbolizarem a vivacidade da luta desportiva; o emblema: desenhado com base na águia, por ser uma ave altaneira, símbolo da elevação de propósitos e do espírito de iniciativa do Clube; Escolheu-se, também, a divisa: "E Pluribus Unum", como apologia da união e do espírito de família que caracterizou a criação do Clube.

Foi, sem dúvida, o primeiro clube assente numa base vincadamente popular em Portugal, característica que, ainda hoje, marca a já centenária existência. Ao juntar, na sua origem, pessoas oriundas de diferentes estratos sociais, principalmente do bairro de Belém, o Sport Lisboa apresentava-se assim, como um grupo popular, ecléctico e democrático.


Além disso, o próprio carácter popular do clube, traduzido nos recursos financeiros limitados, que impediam, por exemplo, o aluguer de um campo de jogos adequado. De facto, os primeiro tempos foram muito difíceis. Não estava fácil de arranjar um espaço próprio para jogar e treinar. Tanto mais que, em 1906, o surgido Sporting Clube de Portugal, seduziu com êxito vários jogadores do clube, com mordomias irrecusáveis à época, como o campo de jogos e os banhos quentes (as instalações sociais). Estava iminente o fim do clube, a não ser que nada fosse feito entretanto.

A manutenção do clube muito se deve à acção de um homem que, por todos, é considerado o grande obreiro da grandiosidade do nosso clube: Cosme Damião. O seu esforço levou a que não só tenhamos sobrevivido, como tenhamos almejado conseguir melhores instalações e condições de treino.


A solução foi encontrada em 1908, quatro anos após a fundação do Sport Lisboa, através da fusão com o Grupo Sport Benfica, que usufruía, em condições favoráveis, de um campo de futebol na Quinta da Feiteira, mas cujos responsáveis estavam mais virados para a prática do ciclismo.

Em Setembro de 2008 ficou decidido, através de Assembleia Geral, que o novo clube se chamaria Sport Lisboa e Benfica, cujo emblema unia os símbolos que cada um dos clubes ostentava anteriormente: a águia, a bola de futebol e a roda de bicicleta. Ficou também escrito em acta que a data de fundação do Sport Lisboa e Benfica seria 28 de Fevereiro de 1904, a data de criação do Sport Lisboa, o mais antigo do dois clubes que criaram o maior clube do mundo.


Ao longo destes anos, o Sport Lisboa e Benfica tornou-se, quase imediatamente à sua fundação,n um clube respeitado e vencedor. Na época de 1909/1910 surge o primeiro êxito: quebra-se a hegemonia do Carcavelos (clube de ingleses) nos campeonatos distritais de primeira, segunda e terceira categorias. Começava a vocação vencedora que jamais desapareceria.


E com as vitórias foi-se alargando e consolidando a base de apoio, factores que contribuíram para rapidamente passar de uma referência da cidade para uma referência nacional e mundial.
Este foi apenas o iniciar de uma caminhada que todos nós conhecemos. E que não acaba jamais. De resto, o Glorioso foi-se tornando um clube eclético e, ao mesmo tempo, imparável nas conquistas.


É este o clube de Cosme Damião, Álvaro Gaspar, Espírito Santo, António Livramento, Joaquim Nicolau, José Águas, Eusébio, Simões, Coluna, Torres, José Augusto, Néné, Toni, João Alves, Vitor Baptista, Shéu, Humberto Coelho, Bento, Chalana, Diamantino, Rui Águas, Veloso, João Pinto, PreudHomme, Rui Costa, Carlos Lisboa, Panchito Velasquez, Nuno Gomes, Nélson Évora, Vanessa Fernandes, etc. etc. São apenas alguns dos milhares de atletas que fizeram ou fazem parte da história do nosso clube.


É o clube de Félix Bermudes, Joaquim Ferreira Bogalho, José Ferreira Queimado, Duarte Borges Coutinho, Fernando Martins, João Santos, etc. etc. São alguns dos dirigentes que ajudaram a cimentar a preponderância nacional e projectaram o Benfica n mundo.


É o clube de Cosme Damião, Ribeiro dos Reis, Otto Glória, Bela Guttmann, Fernando Riera, Jimmy Hagan, John Mortimore, Mário Wilson, Toni, Eriksson, Ivic, Trapattoni. Alguns dos treinadores de futebol que fizeram história pelo nosso clube


Uns com mais sucesso que outros mas, quer os acima referidos, quer os que não foram referidos, merecem, sem excepção o nosso reconhecimento porque foram eles que fizeram do nosso clube, “apenas” o maior clube do mundo.


VIVA O BENFICA!!!

Benfica 2 - 1 Leixões

Custou mas foi! Vencemos e, mais uma vez, com maior ou menor sofrimento, vencemos bem!
E desta vez, diga-se, entrámos bem no jogo, mercê da equipa escalada por Quique Flores que, finalmente, se apoiou no excelente jogador que é Ruben Amorim em posição central, para colocar Di Maria e Reyes abertos nas alas.
Ao colocar Reyes e Di Maria bem abertos nas faixas do terreno, conseguiu-se maior acutilância ofensiva e uma excelente meia-hora do Benfica, com trocas de bola rápidas e bem delineadas entre os homens da frente.
Com este 4-4-2 bem estruturado e aberto, anulámos também o maior perigo leixonenese: o jogo
pelas alas. Dessa forma, foi possível à nossa defesa jogar mais subida e quase instalada no meio – campo adversário.
O golo marcado por Elvis na própria baliza, foi o prémio para uma excelente meia-hora do Benfica. Após o golo, as coisas equilibraram-se e, mercê das poucas oportunidades de golo, a vantagem mínima era natural ao intervalo. Este equilíbrio, na minha opinião, deveu-se À lesão de Ruben Amorim que teve que sair para dar lugar a Carlos Martins.
Na segunda parte o jogo recomeçou como tinha iniciado. Reyes surge desmarcado na área e remata para boa defesa de Beto. Quinze minutos depois,o espanhol cede o lugar a Nuno Gomes. Quique reordenou a equipa, quase à moda antiga, com apenas um jogador nas faixas, surgindo Aimar no flanco esquerdo. Mais tarde ia entrar Balboa para o lugar de Di Maria, mantendo, desta forma, o figurino táctico atrás referido.
Entretanto surge o segundo golo. Nuno Gomes volta a facturar e mostra que se não houver renovação é um erro!
O pior acontece logo de seguida. Carlos Martins lesiona-se a vinte minutos do fim e, sem substituições o Benfica tem que jogar este período com menos um jogador. Para piorar o cenário, quase instantaneamente, num lance fortuito, o Leixões marca e reduz!
E pronto! O sofrimento do costume. Neste caso, tendo em conta que defrontámos uma boa equipa, teve muito sabor. Os jogadores foram bravos porque lutaram com rigor e tiveram discernimento.
Parabéns a Luisão pelos 200 jogos com a camisola do maior clube do mundo! A época anterior foi um desastre colectivo e Luisão, um dos bodes expiatórios para muitos adeptos, chegou a demonstrar a sua mágoa pelo facto de ser constantemente criticado. Este ano está a provar a todos que estavam enganados quando, injustamente, o criticavam. É o pilar da nossa defesa e, com ou sem braçadeira, é um autêntico capitão.
Destaque-se a exibição de Miguel Vítor que, mais uma vez, mostrou que o futuro só lhe (nos) poderá ser risonho. Sidnei, Luisão, David Luiz e Miguel Vitor são quarto excelentes centrais. Uma defesa bem estruturada é sinal de estabilidade e vitória em campeonatos. Para o ano, há
que manter este núcleo, na sua totalidade.
Rúben Amorim terá que jogar no meio. Em meia-hora, apesar de poder ter mostrado muito mais, verificou-se o acompanhamento que a sua leitura de jogo e posicionamento no terreno deu ao futebol ofensivo da equipa, tendo, inclusive, permitido a Aimar maior segurança no meio campo adversário. E Maxi resguarda-se muito mais no terreno, jogando mais posicionado no mieo campo defensivo, fechando os caminhos aos rápidos alas adversários.

Uma palavra também para Aimar. Se dúvidas houvesse sobre a sua condição física, elas ficaram dissipadas. Após a lesão de Carlos Martins, jogou como um autêntico “box to box”, de área a área, pisando terrenos que não os seus, e obrigado a esforço redobrado. Para além disso, durante o período de jogo anterior, movimentou-se livremente pelo ataque, pautou ritmos de jogo e combinou e desmarcou os seus colegas. Deu ainda uma ajuda indispensável no trabalho de recuperação da bola a meio campo.

Não fosse a lesão de C. Martins e penso que tínhamos ganho sem grandes sobressaltos. Sim, porque o Leixões, apesar de ser a revelação da Liga, ontem, só se mostrou perigoso nas ofensivas depois de ficarmos em inferioridade numérica.

Uma palavra final para o fantástico público na Luz que após o golpe sofrido com a lesão e o golo dos homens do Mar, sentiu que tinha que se portar como o 11º jogador.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

1000 .... Obrigado a todos!!!

Na semana em que o nosso clube comemora 105 anos de história, o meu espaço (nosso, de todos os benfiquistas que o quiserem visitar), atingiu, ao fim de alguns meses, as mil visitas...
Este números valem o que valem...Não é um contador 100% fiável mas é uma boa amostra...
Deixa-me satisfeito, principalmente por poder ser parte integrante desta esplêndida "família" que é a gloriosa esfera...
O meu objectivo é ajudar o nosso clube naquilo que posso...Não posso fazer muito mas contem comigo para fazer o que for possível para fazer deste clube ainda maior que o que já é....
O meu muito obrigado a todos os que visitaram, visitam e visitarão este espaço...Se não fossem eles "falava para o boneco":).
Envio também o meu agradecimento a todos os que comentaram neste espaço, principalmente ao amigo Zé Amaral, presença assídua nos comnetários aos meus textos.
PS -Agora só um desejo...Os nossos jogadores que vençam hoje porque o campeonato ainda vai dar muita volta...
Ai vai vai...temos é que vencer hoje...

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Tempo de ser benfiquista

Após a derrota contra os lagartos, encontrei na gloriosaesfera, aquele que será, para mim, o texto do ano...
Apesar de escrito antes do jogo, e por isso estar um pouco desactualizado, o que lá foi dito é, sem sombra de dúvida, marcante e toca-nos profundamente...
Leiam e sintam:

O que poderá ser feito?!?

Perdemos...e perdemos muito bem!!!E por isso os meus parabéns aos "quequinhos" do Lumiar...
Não foi por causa do árbitro, nem porque tivemos azar...
Foi porque não jogámos nada e o Sporting jogou bem!!! Simples...e elucidativo!!!
Não sei o que pensar, estou deveras chateado com o que se passa no Benfica.
Eu simpatizo com Quique Flores mas ao fim de sete meses a equipa devia jogar melhor futebol. Em tão grande período de tempo, fizemos três ou quatro bons jogos. Pouco mais.
De resto têm sido jogos fracos onde, com alguma sorte e, mercê de alguns (tem sido poucos) rasgos individuais, as vitórias têm surgido.
Vamos tentar ver se ainda conseguimos encontrar o rumo da liderança novamente porque ainda falta muito campeonato, embora hoje acredite bem menos que há umas semanas...
Não contem é comigo para começar já a dizer que é por isto ou por aquilo, é porque o treinador põe este ou aquele a jogar, etc, etc...
Balanços é para o fim da época. Estes são os jogadores que temos, os treinadores que temos e os dirigentes que temos. No fim da época, ou quando já não houver hipóteses de ganhar, haverá tempo para essas discussões...

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Observação ou provocação?!?

Simplesmente vergonhoso o que escreveu o observador do árbitro Pedro Proença no” já distante mas ainda tão próximo” jogo do Dragão.
Quando ouvi que Proença teve nota 2,4 pensei: vá lá!Não poderia ser outra…
Mas quando percebi que o lance que deu origem ao penalti (sim, se não fosse o penalti os tripeiros tinham ficado a ver bonés) tinha recebido por parte do observador o beneficio da dúvida, pensei: então porque raio teve ele nota negativa?!?
Talvez porque achem que foi falta sobre o Lucho?!? Aceito que terá sido...
Porque o observador viu, e o árbitro não, que Suazo foi quase agredido por Bruno Alves (tentativa de agressão também é punida com cartão vermelho)?!?
Mas não! Foi sim porque acha que há penalti sobre Lucho, porque não foi tirado fora-de-jogo a Lisandro e porque Sidnei não foi admoestado com um amarelo.
Resumindo, temos a agradecer a Pedro Proença o empate!!!Não fosse ele ter feito vista grossa e tínhamos perdido o jogo…
O senhor José Gonçalves (observador), admite que onde se encontrava não lhe foi permitido“vislumbrar com clareza o desenlace da jogada”. Mas como o árbitro foi peremptório em assinalar o lance, “aliado ao facto de não terem existido protestos”, é-lhe dado o beneficio da dúvida.

Por favor, não nos lixem. Não houve protestos?!?Toda a equipa do Benfica protestou…
E, no caso do penalti sobre Lucho, aparentemente já se encontrava melhor posicionado na bancada para poder ajuizar…
Nem vale a pena dizer mais nada…
PS – Olegário foi o escolhido pela Liga para apitar o derby de Sábado. Alguém que é incompetente, por vezes safado até, para com o nosso clube, vamos ter que correr três vezes mais que o Sporting…
Sabendo então que o Bentinho já começou com as suas conversas de pressão à arbitragem, teremos pois uma noite de Sábado dura, muita dura…

"Complexo do futuro"

Confesso que não sou grande apreciador da modalidade…

Mas, nos últimos três anos, o raguebi teve um fortíssimo crescimento, com impacto directo no número de adeptos que acompanham a modalidade e cada vez mais praticantes de todas as idades.

O Benfica, como clube eclético e que detém um invejável palmarés na modalidade, estava obrigado a encontrar uma forma de dotar os nossos atletas do raguebi de excelentes condições de trabalho.

Para tal foi ontem apresentado um projecto de infra-estrutura (já anunciado há algum tempo) para criar um complexo desportivo para a prática da modalidade.

A infra estrutura em causa compreenderá um campo relvado de rugby, com dimensões oficiais para jogos internacionais, 2 campos sintéticos de rugby para treinos e desenvolvimento dos escalões de formação, 3 campos de futebol de 7 para escolinha de futebol, uma bancada para 2.000 pessoas, bar e restaurante e respectivas cabines de apoio, com balneários, cacifos e apoio administrativo.
Os nossos atletas merecem…nem que seja só por serem do Benfica!!!
PS - Título do post retirado do jornal Record deste dia

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Benfica 3 - 2 Paços de Ferreira

Em poucas palavras resume-se o jogo de ontem: Vitória justa, embora muito sofrida.
Marcámos três golos, um sinal deveras positivo. No entanto, sofremos dois...em dois momentos de desconcentração, não da defesa, mas sim de toda a equipa, incapaz de manter o ritmo que conseguiu impor após a entrada de Di Maria (grande jogo ontem, finalmente).
Era escusado que tal tivesse acontecido. Tanto que contra o Sporting qualquer distracção pode sair cara...O jogo começou a um ritmo baixo. Toda a primeira parte foi muito lenta, morna, excepção feita à cabeçada de Luisão à barra, secundada pela recarga de Aimar a que Cássio se opôs com uma excelente defesa.
Para lá deste lance, pouco (ou nada!!)a dizer....
Na segunda parte, com David Luiz a salvar um golo na linha de baliza, pensou-se que o jogo ia ser muito mais complicado e duro que o da primeira parte. Mas Quique sentiu que era necessário abanar a equipa e fez entrar Di Maria para o lugar de Carlos Martins (muito apagado, embora esforçado como sempre).
Foi a solução perfeita. Com velocidade, confiança e, ao contrário dos últimos jogos, com inteligência e sentido de equipa, o argentino soube pegar na equipa e dar - lhe outra alma. Foi acutilante, pressionante na zona que pisava, estonteante no drible, permitindo que a equipa jogasse rápido no curto espaço de terreno disponível, mercê do bloco baixo criado pelos pacenses.
De qualquer forma, o primeiro golo surgiu de um erro de Cássio que Cardozo soube aproveitar bem, como mandam as regras do bom ponta de lança. Logo de seguida, Ruben Amorim (no meio, após a saída de Martins) faz um soberbo golo, após conseguir ganhar uma segunda bola à entrada da área do Paços de Ferreira.
Pensava-se que estava ganho e sem espinhas. Puro engano. Um lance displicente de Sidnei permitiu a um jogador do Paços ganhar a bola junto à linha, cruzar para um colega de equipa que, solto de marcação, rematou para a baliza de Moreira (Katso e Amorim não acompanharam o movimento deste).
Sofria-se... pensava-se no jogo com o Vitória....o 2-2...
Mas Di Maria decidiu fazer um estrondoso e maravilhoso golo. Algo com que ele, espero, irá começar a habituar os adeptos do nosso clube. Após lançamento de David Luiz, o argentino arrancou um pontapé a mais de trinta metros da baliza, avaliando bem o adiantamento de Cássio, para colocar a bola nas redes pacenses.
Mais uma vez pensava-se que estava ganho. Entra Mantorras para a ovação aos 90 minutos (vejo a sua entrada como mais um prémio e uma forma de motivação para continuar a lutar diariamente)... Mas o Paços de Ferreira, novamente, mesmo a jogar sem velocidade, aproveita nova desconcentração da nossa equipa e faz o 3-2...
Sofreu-se outra vez...pensava-se em tudo... e bola no poste da baliza de Moreira, recarga contra o corpo de Sidnei...
E terminou... mas podia ter acabado mal...
Erros deste não se podem repetir, sob pena de hipotecar uma vitória no campeonato que, sinceramente, ainda é muito possível...

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Liga Sagres - 18ª Jornada (Antevisão)

Depois da boa exibição no estádio do Dragão, capaz de motivar as hostes para o grande jogo do próximo domingo frente ao Sporting, temos um teste de fogo.

O jogo com o Paços de Ferreira reveste-se de enorme importância, quer pela necessidade dos três pontos, quer pela curiosidade (e necessidade, diga-se!!!) de vermos se a equipa mantém os índices de concentração e competitividade que se viram na jornada passada.

Só nos interessa a vitória.


PS - Espero não ter que falar sobre arbitragem mais uma vez esta semana. Já começa a cansar tanta incompetência.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Um tributo e muitos parabéns...

Faz hoje 50 anos que nasceu Fernando Chalana, o menino prodígio que eu, com praticamente metade da sua idade, apenas vi em final de carreira. De qualquer forma, sei, porque ainda vi, que o seu pé esquerdo e os seus dribles eram estonteantes e capazes de "partir os rins" dos adversários como ninguém!

O "Pequeno Genial" foi uma das nossa maiores glórias, aquele que melhor conseguia driblar e galgar metros e metros no relvado com a bola colada aos pés.

Lançado por Mário Wilson frente ao Farense no dia 7 de Março de 1976, Chalana, em 17 anos de carreira (12 dos quais ao serviço do Benfica) teve inúmeros bons momentos. Fez 27 jogos pela selecção nacional (2 golos) e 224 jogos pelo Sport Lisboa e Benfica (38 golos).

No entanto, ficam algumas tristezas, como a derrota na final da Taça Uefa em 1983 frente ao Anderlecht (0-1; 1-1); a ausência nas duas finais da Taça dos Campeões Europeus (1988 por lesão e 1990 por opção técnica) e a derrota de Portugal na meia-final do Euro-84 frente à França (2-3 após prolongamento);

São momentos que, certamente, se revestem de profunda tristeza. Apesar de tudo, conseguiu "só" seis Campeonatos de Portugal e um de França, três Taças de Portugal e duas Supertaças ao longo da sua carreira.

E mais, nunca esquecer a sua lealdade. O Sporting tentou desviá-lo dos nossos caminhos, como sempre com honestidade, tal qual como ainda hoje a apregoam...Felizmente não conseguiram e Chalana manteve-se no nosso clube muitos anos, apesar do hiato de 3 anos no Bordéus...

Por tudo aquilo que foste e és, os meus parabéns e o meu muito obrigado por seres parte integrante da história do nosso clube...

PS - E, como forma de celebrar o seu aniversário, a melhor prenda que lhe poderíamos oferecer era o título de campeão nacional...À atenção dos nossos jogadores!!!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Pedro Proença Benfiquista?!?

Disse Pedro Proença à Sport TV, antes do jogo, citando o site do jornal A Bola que se “sente um privilegiado por poder estar aqui hoje, dá-me um grande contentamento e satisfação. Espero que todos nós, árbitros, jogadores e treinadores saibamos respeitar o público”.
"Acredito na boa intenção dos árbitros e sei que se enganam como qualquer outro ser humano", considerou Pablo Aimar na conferência de antevisão do encontro com o F.C. Porto, no Dragão.
Ora, após este jogo, e tendo em conta o lance e o posicionamento do árbitro no terreno, Aimar pensará da mesma forma? Talvez não. Eu, por mim já acho que não.
Disse aqui, na antevisão ao jogo, que, apesar de tudo o que já tínhamos passado com o Sr. Pedro Proença, ainda acreditava na sua boa fé e integridade...Acho que me enganei!!! Ele, situado a dois metros do lance marca penalti quando não existe nenhum toque para tal...a dois metros!!!
Sinceramente já não acredito no Pai Natal!!!
Finalizo este post com uma transcrição do artigo de RAP no Jornal "A Bola". É um texto de antevisão ao clássico que se jogou ontem.
“É importante não esquecer que hoje o Porto tem um trunfo muito forte: o árbitro da partida vai ser Pedro Proença. E Pedro Proença é mais um daqueles árbitros que anuncia em público que é adepto do Benfica e depois passa a carreira a demonstrar a sua isenção prejudicando sistematicamente o clube. Para que Pedro Proença assinale um penalty a favor do Benfica é preciso que haja um homicídio na área adversária - e mesmo assim não há certezas. Para que assinale um contra o Benfica, basta que o vento agite a camisola de um adversário - ou nem isso.”
E não é que foi mesmo?!?Quem diria...Além de humorista é bruxo...
-------------------------------------------------------------------------------------

O que não nos mata torna-nos mais fortes...

Roubados, espoliados, sonegados etc, etc.... Todos os adjectivos relacionados com o acto de retirar algo a alguém que o merece por direito próprio.

Um simples lance, a meio da segunda parte, quase a roçar o minuto 70 destronou tudo aquilo que o Benfica criara e alcançara até aí. Sem justiça, Lucho (o único tripeiro que sei admirar como jogador) converte o penalti e consegue para a equipa do Porto aquilo que não conseguiu alcançar através do jogo jogado...e limpo!!!

O Benfica foi mais forte e parecia ter a partida controlada, Proença viu um penalti impossível. Se um árbitro que é nomeado para um jogo de tamanha importância não consegue ver com clareza o que se passa debaixo do seu nariz, como poderá arbitrar com segurança e correcção lances onde se encontre mais distante?!?

Não me apetece muito escalpelizar o jogo. Não há muito a dizer....

Aguentámos os primeiros vinte cinco, trinta minutos do Porto. O único período em que nos sentimos algo sufocados pelo poder ofensivo de Hulk e Lisandro (o traidor nem se viu...).

A partir daí partimos para uma exibição segura e sóbria, recheada de atitude e força fisíca e mental.

Começamos a ter a bola e Aimar começou a mostrar que, em Portugal e a "mexer na redondinha", poucos ou nenhuns tem a sua qualidade. Aos poucos fomos aparecendo no meio -campo contrário e, com felicidade, nos descontos da primeira parte, Yebda (excelente jogo) factura e silencia o estádio dos Andrades.

Na segunda parte, em vez de termos um Porto pressionante e mandão, temos, novamente, um Benfica seguro e consistente, com um rigor fantástico, com estofo de campeão. O Porto, para além do lance da vergonha, apenas tem um remate de Hulk com verdadeiro perigo, já após o tal golo da vergonha. Moreira opôs-se bem.

Posto isto, fomos melhores, fomos mais equipa, e marcámos um golo verdadeiro. Só não vencemos....porquê?!?Mais uma vez porque fomos impedidos pelos senhores de preto!!!


PS - Fantástica presença vermelha no dragão!!! Na TV conseguia-se sentir que os nossos adeptos foram bravos e fizeram-se sentir mesmo no meio da quantidade de "tótós" de azul. E eles de tudo fizeram para nos abafar....Bem hajam pelo apoio aos nossos jogadores!!!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Nós só pensamos na vitória...

Amanhã por esta hora espero estar a escrever neste blog com toda a alegria possível após uma vitória no Estádio do FC Porto....

Temos jogadores e equipa para isso. Basta querer, correr e lutar mais que eles...e está ganho!!! Não tenham duvidas disso...

Certo é que esta oportunidade não pode ser desperdiçada. Nos últimos anos, quantas vemos fomos ao Dragão com possibilidade de ascender ao primeiro lugar? Pois...nenhuma!

Posto isto, resta-me desejar boa sorte a todos os intervenientes e que seja um bom espectáculo, com a vitória do Glorioso!


PS - Espero que Pedro Proença seja imune a toda a pressão exercida pelos senhores de azul...Ele é dos pouco que ainda acho que seja honesto e sério, apesar de ter sido infeliz em alguns dos jogos do Benfica que apitou!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

São Pedro...Mantorras!!!


Não há muito a dizer deste menino...

Ele pode ter os problemas que tem mas o público adora-o e ele, pela sua alegria, adora o público e o futebol.

É por isso que sempre que o seu nome se ouve nos altifalantes do estádio parece que o Benfica mara um golo.

É inexplicável...ou melhor, é inigualável a simbiose e simpatia que existe entre nós, adeptos, e o jogador Mantorras...

Certo é que, apesar de todas as suas limitações e infortúnios que teve, ele joga, é alegre e traz-nos alegrias...

Eu, apesar de tudo, acho que isso não tem preço...

Obrigado Pedro Mantorras...


PS - Marca no Dragão!!!!:):):)

--------------------------------------------------------------

Benfica 1 - 0 Rio Ave

Que tempo!!! Nem sei como foi possível o jogo ter terminado tal era o estado do terreno.
Um terreno repleto de água que obrigou a um jogo atípico que, felizmente, terminou com a nossa vitória.
Honra seja feita a nossa equipa. Foram bravos e lutaram. A segunda parte mostrou uma equipa que, devido ao terreno de jogo não jogou bonito mas foi persistente e lutou pela vitória.
Não gostei, apesar de tudo, dos últimos dez minutos. Recuámos demais no terreno. Quique bem mandava avançar no terreno mas os jogadores sempre a recuar.
Acho que esse é um aspecto que a nossa equipa tem que melhorar. Após marcar tem que ser mais confiante e encarar o resto do jogo com uma oportunidade de jogar bem e dar algum espectáculo. Claro que, acima de tudo, há que privilegiar o resultado. Mas um pouco mais de confiança e agressividade (no bom sentido claro) só trarão é benefícios à equipa.
Apesar de tudo, foi um jogo em que a vitória era o único resultado que interessava à nossa equipa. Mercê desta vitória e da vitória tripeira em Belém, partimos para o clássico com um ponto de desvantagem. Ou seja, qualquer resultado não hipoteca as aspirações de ambas as equipas à vitória no campeonato.
No entanto, e atenção, caso o Benfica perca já fica a quatro pontos e, tendo um calendário deveras complicado nas jornadas seguintes, arrisca uma derrapagem final. Agora, não se pode pensar nisso...Há que ir ao Dragão ganhar!!!Espero que jogadores como Suazo, Reyes ou Aimar façam a diferença neste jogo...bem precisamos deles a um bom nível...
Equipa do Benfica: Moreira; Maxi, Luisão, Sidnei e David Luiz; Yebda, Carlos Martins (Bynia), Ruben Amorim e Di Maria (Reyes); Nuno Gomes (Mantorras) e Óscar Cardozo.
Golo: Mantorras (76 min.)

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Muito mais que uma equipa de futebol...

Nasce esta terça-feira a Fundação Benfica.

Que projecto fantástico! Não só por ser uma instituição de apoio e solidariedade que vai ajudar quem mais precisa (assim o esperamos), como também por ser a pioneira de um projecto com estas características em Portugal.

Esperemos que a força do Benfica consiga fazer desta Fundação um projecto de sucesso em prol de quem mais necessita e, no fundo, em prol da sociedade portuguesa.

Eu, como benfiquista tenho orgulho...

Muito mais que um clube, somos uma grande família...

Força Benfica!!!!

domingo, 25 de janeiro de 2009

Parabéns Pantera Negra


Que se lixe a jornada e tudo o que se passou. Já estamos habituados…

Hoje é dia de festa… O King faz anos!!!

O nosso grande Eusébio da Silva Ferreira faz hoje 6 anos.

Eu gostava, e sei que ele ainda mais que a equipa lhe desse uma prenda lá para Maio…

Parabéns Eusébio…

E agora?!?

A forma como o Porto vence em Braga é vergonhosa!!! Um golo em fora – de jogo e dois penaltis por marcar para o Braga na segunda parte.
Não deve haver clima de suspeição no futebol mas que se há de fazer quando se vê situações destas?!?Achar que é casual?!?
Que o Benfica foi beneficiado num jogo e logo aí criou-se a ideia (com a comunicação social a adorar e a agitar ainda mais as hostes) que éramos super beneficiado ao longo de toda a época? E nos outros jogos?!?Viu-se sexta em Belém e ontem em Braga para que lado sopra o vento...
No entanto não vi Jorge Jesus e falar que nunca viu nada igual em 20 anos de carreira, nem António Salvador mencionar Inocêncio Calabote... O primeiro nem abordou o tema e o segundo lá foi dizendo que foram roubados,mas sem levantar a suspeição que foi levantada aquando do jogo na Luz. É que o Braga sabe que a continuar assim mantém os jogadores emprestados e terá um lugar na UEFA. Quem lho garante?Todos nós sabemos claro…eu é que não sou…

PS - Ah, ontem não vi nenhum presidente ou “lá o quê” do grupo Stromp (quem são e o que fazem estas alminhas?!? ), nem um ex-bastonário da Ordem dos Advogados dizer que mais “colinho” era impossível…É por isso que serão sempre pequeninos…